Arrumar as bolsas para uma viagem longa de moto é quase uma arte, e exige bastante planejamento e organização para que não falte nada e suas bagagens não fiquem muito pesadas, o que faz toda a diferença quando você viaja em duas rodas.. Neste post você vai compreender melhor como arrumar as bolsas para viagens longas, saber quais itens são essenciais e como organizá-los para que tudo fique no seu devido lugar. Confira!

Planeje com cuidado

Como você já percebeu, é preciso planejamento para fazer viagens longas de forma prática, equilibrando todos os itens de que você irá precisar durante a sua jornada sem exageros. Por isso. tente começar a montagem de suas malas com alguns dias de antecedência – nada de deixar pra última hora! Isso pode causar excesso ou falta de coisas necessárias.

Comece entendendo por onde você irá andar de moto e quais serão as condições climáticas (roupas impermeáveis ou capas de chuva sempre deverão fazer parte da bagagem). Além disso, é preciso anotar de forma detalhada, com base nos dias em que você viajará, quais serão as necessidades mais básicas: pense se você poderá ou não lavar ou suas roupas, quantas trocas serão feitas, e outros fatores da sua rotina de viagem.

Faça combinações

Em viagens longas e que não permitem muitas roupas, pra evitar o excesso de peso é preciso focar nas combinações. Assim, dentro do seu planejamento,  dê preferência às roupas básicas e que possam ser combinadas entre si, o que garante praticidade e inteligência na hora de montar as suas bolsas.

Peças básicas

Além das vestimentas específicas para quando estiver rodando, invista em calças leves como aquelas de caminhada ou um jeans escuro que combine com diferentes peças e que possa ser usado em mais de uma ocasião. Procure também ter um par de tênis, escuro de preferência, já que estes são mais discretos e podem ser usados até mesmo para sair à noite.

De acordo com a estação do ano e os dias de viagem, procure levar camisetas, também preferindo as mais escuras que camuflam a sujeita e podem ser lavadas, sem medo de manchar, no seu hotel ou onde estiver hospedado. Não se esqueça das meias, roupas íntimas e, dependendo da estação, as roupas de banho – ou, para aqueles que viajarão no inverno, casacos que cortam o vento, e pelo menos uma blusa de lã e luvas (a combinação de um agasalho que impede a entrada de vento e um agasalho de lã lhe manterão bem confortável em um clima mais frio). Para aqueles que vão além das fronteiras nacionais e países onde o inverno ainda é mais rigoroso, invista em um bom conjunto especial para rodar no frio, em geral não são baratos, mas valerão cada centavo quando estiver à milhares de quilômetros de distância de casa.

Utilize organizadores e nécessaires

Você poderá utilizar alguns organizadores e sacos que, em alguns casos, podem ter o ar retirado e compactar as roupas, economizando espaço. Porém, não se esqueça de que estes não reduzem o peso das peças.

Para itens de higiene, saúde ou pequenas peças – e até mesmo bijuoterias – podem ser levados nécessaires, que ajudam a deixar tudo em um só lugar de forma organizada e prática. Ainda assim, tente levar somente o básico.

Recomendamos que sempre carregue consigo uma “farmacinha”: aspirinas, antiácidos, antialérgicos, curativos adesivos, remédios para dor e antigripais costumam ser os mais comuns.

Neste post você viu como arrumar as bolsas para viagens longas com planejamento, fazendo um estudo da estação em que você viajará e combinando de forma inteligentes as peças simples que possam ser mescladas entre si.

Uma viagem longa não significa que você deve ter muita bagagem, mas sim que você deve se organizar melhor para aproveitar e não ficar se preocupando com o que esqueceu de trazer ou trouxe em excesso. E aí, tem alguma dica especial de como arrumar as bolsas para viagens longas? Deixe o seu comentário!

Gostaria de conhecer produtos exclusivos, que traduzem o amor pela liberdade e motos? Clique aqui!
Fonte: Bandana ©Todos os direitos reservados.